Saiba como consultar o INSS

ANÚNCIO

O INSS sofreu algumas mudanças, como nas alíquotas por exemplo, no ano de 2020. Agora, trabalhadores rurais, empregadas e autônomos possuem alíquotas diferenciadas. Para cada tipo de trabalhador e faixa salarial há uma contribuição equivalente ajustadas pelo Instituto.

Alguns dos serviços prestados pelo site do INSS são os agendamento, cálculo de guia da Previdência Social/carnê, consulta de situação de benefício, Carta de concessão, Extrato de pagamento de benefício, Simulação de quanto tempo falta para se aposentar e o possível benefício que receberá.

ANÚNCIO

Como existe a opção de investir em previdência privada, este artigo irá explicar porque você deve pagar o INSS. Além disso, também irá mostrar como pagar fazer isso caso seja autônomo, bem como solicitá-lo. 

Saiba como consultar o INSS
Fonte: reprodução/internet

Confira mais informações sobre o INSS, bem como consultá-lo. Veja também, ao final do artigo, um vídeo de um passo a passo de como consultar o INSS pelo aplicativo em 4 minutos.

Entenda porque você paga o INSS

A maioria dos trabalhadores paga um percentual do salário ao Instituto Nacional de Seguro Social, de forma inconsciente, já que o mesmo é descontado automaticamente. E com ótimas opções de previdências privadas, pode ser difícil entender porque você deve pagar o INSS. 

ANÚNCIO

O artigo nº 201 da Constituição Federal afirma que o INSS tem caráter contributivo e obrigatório. Isso significa dizer que contribuição é obrigatória por parte de todos os trabalhadores, sendo opcional para quem não exerce função remunerada. Por isso, mesmo que você invista em previdência privada, ainda deverá contribuir com o instituto.

Responsabilidade do RH, o INSS é necessário pois enquanto você trabalha ele sustenta os aposentados. Quando for a sua vez de se aposentar, esses valores arrecadados dos futuros trabalhadores serão direcionados a você. Ou seja, você paga pelos bem dos outros e no futuro eles pagarão pelo seu bem.

Como pagar o INSS como autônomo

Para pagar o INSS sendo um trabalhador autônomo é necessário fazer a inscrição no Programa de Integração Social (PIS), se inscrevendo como “contribuinte individual”. Depois escolha o tipo de contribuição, por meio de um dos códigos que correspondem aos planos de previdência; 

E por fim, basta efetuar o pagamento da Guia da Previdência Social (GPS), que é uma espécie de carnê do INSS, sempre dentro do vencimento. Observe a tabela abaixo, retirada diretamente do site do INSS, para entender como funciona a cotação para os autônomos.

Tabela para Contribuinte Individual e Facultativo 2020
Salário de Contribuição (R$)AlíquotaValor
R$ 1.045,005% (não dando direito a aposentadoria por tempo de Contribuição)R$ 52,25
R$ 1.045,0011% (também não dará direito a Aposentadoria por Tempo de Contribuição)R$ 114,95
R$ 1.045,00 até R$  6.101,0620%Entre R$ 209,00 (salário mínimo) e R$ 1.220,20 (teto)

Como consultar o INSS

O INSS, para funcionar de forma justa, possui uma porcentagem para cada faixa salarial. Ou seja, quanto mais a pessoa recebe, mais ela tem descontado do seu salário para pagar o seguro. O próprio site do INSS possui uma área na qual é possível visualizar a contribuição para cada tipo de renda.

Por meio do site oficial do programa, na seção de serviços do INSS, é possível acessar a opção “consulta de situação de benefício”. Feito isso, siga os passo abaixo:

  • Clique em “Acompanhar Pedido”;
  • Informe os dados pessoais que forem solicitados pela página Meu INSS;
  • Clique em “Continuar em login”;

Assim que seguir esses passos, será possível consultar o seu benefício atual. Caso prefira consultá-lo pelo aplicativo Meu INSS, veja o vídeo abaixo.

Vídeo: como consultar o INSS pelo app em menos de 4 minutos

Caso você ainda não possua o aplicativo, é possível baixá-lo de forma gratuita tanto na App Store quanto na Play Store. Ao baixar basta logar com seus dados já cadastrados e seguir o passo a passo do vídeo acima.

ANÚNCIO