Cursos de Crochê online grátis – Aprenda sem sair de casa

Os cursos são sempre uma boa maneira de enriquecer nosso currículo e nos preparar para o mercado de trabalho. E o que pode ser ainda melhor são os cursos online, onde você tem a possibilidade de fazer no seu tempo e sem precisar sair de casa. Existem muitas plataformas que oferecem esses cursos gratuitamente, sobre diversos assuntos.

crochê
Fonte: (Reprodução/Internet)

Com o crochê não seria diferente, é possível encontrar uma variedade de sites oferecendo cursos sobre o assunto. O crochê é uma arte que demanda alguma habilidade para conseguir produzir bons artesanatos e pode gerar um bom retorno financeiro. Além disso, ele também pode ajudar a aliviar o estresse e ser uma ótima distração. 

ANÚNCIO

Se você se interessa por esse artesanato e gostaria de aprender sem precisar sair de casa, veja agora alguns sites que podem ajudar gratuitamente a adquirir habilidades para que o crochê comece a ser uma fonte de renda. Nesse artigo, você encontrar alguns tópicos.

  • Como ganhar dinheiro com crochê;
  • Os primeiros passos para aprender;
  • Quais são os cursos online de crochê.

O que é o crochê

O crochê que conhecemos hoje provavelmente foi desenvolvido no século 16. Com as técnicas dessa arte, eram feitos enfeites para rituais em países da América do Sul. Na China, as bonecas eram produzidas através da mesma técnica. Quando falamos de Crochê, geralmente, vem a imagens de pessoas mais velhas com suas agulhas fazendo alguma roupinha pra criança.

Fonte: (Reprodução/Internet)

A arte ainda é muito utilizada para fazer tapetes, decorações, bonecas, entre outros. No entanto, devido a variedade de coisas que podem ser feitas com essa técnica, acabou se tornando algo comum e procurado por pessoas mais jovens, principalmente por sua capacidade de aliviar o estresse.

ANÚNCIO

Além de ser uma fonte de renda, o artesanato é indicado para pessoas que estão passando por estresses ou sofrem de ansiedade. Pois os trabalhos manuais aumentam os níveis de serotonina no cérebro, diminuindo os hormônios do estresse. 

Como fazer negócio

Como podemos perceber, o crochê deixou de ser algo para pessoas com tempo de sobra, ou mais velhas. Se você tem facilidade com trabalho manual pode ser uma boa hora de usar essa opção como sua fonte de renda. Há quem goste de vender suas peças em feiras de artesanatos, por exemplo. Mas hoje em dia, essa opção pode estar um pouco saturada. 

Não que vender as peças em lojas seja uma má ideia, mas existem outras possibilidades de ganhar dinheiro na área. Pensando nisso, separamos um tópico só para falar sobre algumas dicas de negócios no ramo de crochê. Se você quer saber como ter uma renda passiva ou até mesmo recorrente nesse mercado, continue lendo para obter mais informações. 

ANÚNCIO

Dicas para ganhar dinheiro com crochê

A primeira dica é já ter algumas peças de crochê prontas para mostrar aos clientes, como por exemplo pano de pratos, tapetes, bonecos, roupas, etc. Após criar um catálogo, o próximo passo é dar o preço correto para os produtos. É preciso levar em consideração o gasto com materiais e o quanto deseja lucrar em cima de cada item. 

Fonte: (Reprodução/Internet)

Cuidado para não precificar em um valor muito baixo, pode ser que o seu trabalho acabe não compensando. Afinal, crochê é um trabalho que requer tempo e atenção. Por isso, ao colocar o preço, leve em consideração o tempo de elaboração e complexidade da peça.

Outro passo importante é ir atrás da clientela. Quando se tem um negócio próprio, você se torna o seu próprio patrão, ou seja, precisa fazer as coisas acontecerem. É necessário divulgar o trabalho, ir em eventos de artesanato para apresentar o produto e também dá para utilizar o e-commerce ao seu favor. 

Tenha disciplina 

Além disso, é importante ter disciplina e entender que o trabalho pode ser cansativo. Afinal, o profissional vai trabalhar por demanda e às vezes as encomendas podem ser muitas e os prazos precisam ser respeitados. Ainda, é necessário saber lidar com o público, ter inteligência ao negociar, dar descontos ou não, entre outras coisas. 

Quando tem esses pontos como base, o negócio vai fluir de forma natural. Na parte técnica do serviço, é válido pensar em um estilo de crochê, ter materiais visuais como fotos, por exemplo, utilizar as mídias sociais de forma estratégica e ter em mente o público que deseja atrair para o seu empreendimento. Outra possibilidade, além de vender os crochês, é dar aula de artesanato.

Para isso, é preciso dominar bem as técnicas e ter tipo uma boa base prática e teórica. Hoje em dia, existem workshops de artesanato, aulas online e presenciais e eventos. Nesse caso, é imprescindível ter uma bagagem de estudo. Se você gosta de ensinar, é uma boa opção. Existem várias empresas de publicidade que trabalham com lançamento de profissionais de todos os ramos. Pode ser uma alternativa atrativa. 

Invista nas mídias sociais

Não tem como negar que as mídias sociais vêm acrescentando muito nos empreendimentos. Isso também serve para quem trabalha com artesanato. Usar redes como Instagram e Youtube, pode fazer toda a diferença no resultado das vendas. É uma ótima forma de ganhar dinheiro na internet. 

Fonte: (Reprodução/Internet)

Algumas ferramentas bastante utilizadas são as campanhas, afiliação, vídeos, posts e artigos patrocinados. Também é uma ideia interessante desenvolver parcerias com outras fabricantes de crochê que não tenham o mesmo produto, claro. Se optar pelo canal no Youtube, monetizá-lo é a melhor forma de obter lucros com a ferramenta. 

Criação de conteúdo

No caso citado, é válido já ter em mente que a criação de conteúdo precisa ser contínua para obter resultados significativos. Bem como saber como utilizar posts patrocinados, parcerias e banners ao seu favor. Também, criar um blog e utilizar as ferramentas de publicidade também pode dar certo. Uma página voltada para dicas, divulgação de peças, tutoriais com vídeos, imagens, tudo isso chama atenção do público. 

Como aprender crochê do zero 

O artesanato em si é um trabalho que requer muita atenção e dedicação. Não é tão simples como parece. Existem as opções de cursos que vamos falar nos próximos tópicos, mas também selecionamos algumas dicas que podem ajudar a você dar o primeiro passo nessa jornada. 

Fonte: (Reprodução/Internet)

A primeira coisa que precisa saber é que necessita de um material específico de crochê. Então, já anota aí! A agulha é imprescindível nessa atividade e precisa ter um formato ideal para executar as peças. Atente-se pois o tamanho da agulha pode variar conforme a linha que o artesão vai utilizar.

Visando uma execução precisa e mais conforto durante a execução, profissionais experientes indicam a agulha feita de metal, com tamanho 2. A linha mais fina também é recomendada, caso seja um iniciante no crochê. O último material é a tesourinha, afinal, vai precisar para cortar a linha, sem desfiá-la. 

Entendendo sobre gráficos e receitas

Ainda, todo mundo que quer começar a fazer crochê precisa entender o básico de gráficos e receitas. É como se fossem a parte teórica desse tipo de artesanato. O gráfico dá informações dimensionais da peça, como o tamanho, através do uso de símbolos de pontos. Enquanto isso, a receita é uma parte escrita com os pontos que serão usados durante a execução da peça. 

Como assim, os pontos que serão usados? É exatamente isso, existem diversas técnicas que podem ser aplicadas no crochê. Vamos citar aqui alguns pontos básicos para ter uma breve noção. Entre os mais comuns está o ponto baixo, é uma técnica que tem um aspecto mais firme e fechado. É recomendado para execução com mais estabilidade. 

Também tem o ponto correntinha que é usado para começar qualquer tipo de crochê. Através dele, o artesão desenvolve outros pontos no decorrer da elaboração da peça. Já para finalizações e acabamentos, o ponto baixíssimo é o recomendado. Assim, a borda da peça passa a ter uma característica mais firme. 

Como se inscrever nos cursos online

Com a internet, ficou fácil de encontrar várias plataformas que disponibilizam cursos gratuitos de crochê, como é o caso do Youtube. Como a maioria conhece, o site oferece vários conteúdos em vídeo e lá você consegue encontrar alguns sobre crochê, como o canal “Edinir- Croche” que tem 90 videoaulas disponibilizadas. 

Fonte: (Reprodução/Internet)

O site Learncafe também pode ser uma boa opção quando falamos de cursos onlines e gratuitos. Ele disponibiliza o curso de crochê gratuitamente em sua plataforma. São 25 vídeos explicativos com o passo a passo desde os princípios para iniciantes até o aprimoramento de técnicas. 

Ainda, também tem o CGO – Cursos Grátis Onlines oferece, também, o curso de crochê com certificado de 8 horas. Pagando uma única taxa no valor de R$ 69,90 você consegue ter acesso ao conteúdo programático. A instituição tem por objetivo ensinar somente o conteúdo teórico ao aluno. 

Outra opção de curso

O Croche Passo a Passo é a outra opção que oferece o curso online e gratuito. Na página, é possível encontrar diversos modelos de peças com tutoriais, tanto escritos como gravados. Caso queira, também tem como acompanhar as novidades pelo aplicativo com mais praticidade. Essa alternativa não fornece um certificado, mas pode ajudar a dar os primeiros passos. Para acessar o site, é só clicar aqui.

Vale a pena fazer curso de crochê?

Talvez você deve estar se perguntando se vale a pena fazer o curso de crochê. Bom, de fato, é um trabalho que pode dar lucro, se você souber gerir o negócio. Como pode ver alguns exemplos que citamos, o investimento inicial pode ser baixo, comparado com o conhecimento que vai adquirir a longo tempo.

Sem contar que crochê nunca sai de moda. É um trabalho que costuma ter admiradores e, geralmente, quem gosta está disposto a desembolsar a quantia justa pelas peças. Então, fazer um curso na área pode ser uma forma interessante de construir uma fonte de renda futuramente.