Tiamina: Para Que Serve, Fontes E Quando É Preciso Suplementar.

Você conhece a importância da tiamina (vitamina B1) para sua saúde? Consome todos os dias alimentos ricos nesse nutriente?

Pois saiba que essa vitamina é fundamental para a manutenção de diversas funções em nosso corpo e precisa ser reposta diariamente através da alimentação, já que seu excesso é eliminado na urina.

Nesse artigo você conhecerá as funções, benefícios e fontes alimentares de tiamina, assim como as consequências de sua carência e quando a suplementação é necessária. Confira.

Tiamina: para que serve

A tiamina é importante para o bom funcionamento de todos os tecidos do corpo, já que participa da síntese de ATP, molécula responsável pelo transporte de energia no interior das células.

Tiamina para que serve

ANÚNCIO

Assim como outras vitaminas do complexo B, a tiamina ajuda no metabolismo de carboidratos, ou seja, sua transformação em glicose, fonte de energia para o corpo.

Manter bons níveis de vitamina B1 traz benefícios para a saúde dos olhos, do fígado e do sistema nervoso, além de fortalecer o sistema imunológico.

Alimentos que contêm tiamina

Confira abaixo alguns alimentos que são boas fontes dessa vitamina:

  • Levedura de cerveja em pó.
  • Feijão preto.
  • Beterraba.
  • Couve.
  • Lentilha.
  • Aspargos.
  • Semente de macadâmia.
  • Castanha do pará.
  • Semente de girassol.
  • Castanha de caju.
  • Amendoim.
  • Carnes (especialmente a de porco).
  • Gema de ovo.
  • Farinha de trigo integral (alimentos feitos com).
  • Arroz integral.
  • Gérmen de trigo.

Alimentos que contêm tiamina

Vale mencionar que o percentual da vitamina é reduzido quando os alimentos são cozidos, já que ela é altamente solúvel em água. Por isso, na medida do possível, é melhor consumir fontes naturais de tiamina cruas e aproveitar a água do cozimento.

Carência de vitamina B1: causas

A falta dessa vitamina no organismo pode ser causada por:

Alimentação inadequada. Uma dieta pobre em fontes de vitamina B1 e rica em carboidratos muito processados (como açúcar branco, farinha de trigo branca e arroz branco), pode levar a um quadro de carência.

Alcoolismo. O álcool prejudica a absorção e o metabolismo desse nutriente pelo organismo.

Situações que aumentam as necessidades de vitamina B1. Como gravidez, amamentação, problemas na tireoide e prática de atividades físicas intensas.

Doenças hepáticas (do fígado). Interferem no metabolismo da vitamina.

Diarreia prolongada. Impede que a vitamina B1 seja absorvida.

Anorexia.

Cirurgia bariátrica.

Hemodiálise.

Uso frequente de diuréticos.

O consumo excessivo de chá, café (incluindo as versões descafeinadas) e peixe cru também diminui a capacidade do corpo em utilizar a vitamina e pode causar sua deficiência.

Sintomas de carência de vitamina B1

A carência de vitamina B1 leva ao desenvolvimento de uma doença chamada Beribéri, cujos sintomas iniciais incluem:

  • Insônia.
  • Irritabilidade excessiva.
  • Câimbras musculares.
  • Prisão de ventre.
  • Sensação de fraqueza.
  • Capacidade de memorização reduzida.
  • Falta de apetite.
  • Fadiga.
  • Palpitações no peito.

Caso o Beribéri não seja tratado, pode resultar em complicações severas, entre as quais:

  • Aumento do coração e do fígado.
  • Insuficiência cardíaca.
  • Enfraquecimento dos músculos.
  • Visão dupla.
  • Alterações neurológicas.

Quando é preciso e como tomar tiamina (suplemento)

A suplementação de vitamina B1 é indicada para prevenir e combater sua deficiência.

O diagnóstico é feito a partir de exames laboratoriais, além do relato do paciente acerca dos sintomas e da presença de fatores de risco para a carência da vitamina.

O suplemento deve ser tomado conforme a prescrição médica. A dose usual é de um a dois comprimidos de cloridrato de tiamina ao dia.

Tiamina engorda?

Não, a vitamina não possui calorias, por isso não contribui para o ganho de peso.

O que ocorre é que a carência dessa vitamina causa falta de apetite. Logo, quando seus níveis saudáveis são restabelecidos, a pessoa passa a sentir mais fome e a ingerir mais alimentos.

Mas se isso resultará em aumento de peso, dependerá das escolhas alimentares que se faça e do nível de atividade física do indivíduo.

Sem falar que a tiamina contribui para ter mais energia e disposição, o que é fundamental para quem pratica exercícios físicos.

Efeitos do excesso de vitamina B1 no organismo

O excesso da vitamina é eliminado naturalmente pelo corpo e não há efeitos tóxicos relacionados a seu consumo.

Entretanto, quando se ingere em excesso uma vitamina do complexo B, pode haver um desequilíbrio em relação às demais; isso também é válido para a B1.

Cabe ao médico avaliar se a suplementação de tiamina deve ser feita de feita de forma isolada ou através do uso de um poli vitamínico (complexo B).

A tiamina, também chamada de vitamina B1, é um micronutriente essencial para o bom funcionamento do organismo, cuja deficiência prolongada pode levar a graves consequências. Deve ser ingerida diariamente através da alimentação.

Como vimos, verduras, legumes, oleaginosas e carnes são boas fontes dessa vitamina e por isso devem ser consumidos de forma equilibrada para evitar sua carência.

Entretanto, há casos nos quais a absorção e metabolização da vitamina B1 é prejudicada, sendo necessária sua suplementação.

Leia Também:

portal educação Riboflavina: Para Que Serve, Fontes E Sintomas de Carência.

portal educação Niacina: Para Que Serve, Fontes, Benefícios e Carência.

portal educação Ácido Pantotênico: Para Que Serve, Principais Fontes E Deficiência.

portal educação Piridoxina: Funções, Alimentos, Carência e Suplementação.

portal educação Biotina: Para Que Serve, Benefícios Para O Cabelo, Emagrece?

portal educação O Que é o Ácido Fólico, Engorda? Onde Encontrar?

portal educaçãoCobalamina: Funções, Deficiência e Quem Precisa Suplementar.

Agora você já sabe o que deve comer para manter seus níveis de tiamina em dia e quando procurar um médico para verificar se precisa tomar um suplemento. Fique de olho!

ANÚNCIO