Radicais livres: o que são e como combatê-los!

Radicais livres: o que são e como combatê-los!

No post de hoje, vou compartilhar com vocês um assunto muito interessante: radicais livres, o que são, os problemas que causam e como a gente faz para controlá-los em nosso organismo. Entenda o conceito de radical livre e envelhecimento precoce, um mal causado por essa substância, e saiba tudo mais a respeito do tópico em questão. Espero que você goste e que as informações aqui contidas lhe sejam úteis. Vamos lá!

O que são radicais livres

Não existe um jeito fácil de explicar a definição de radical livre, pois é um termo que está relacionado à ciência e a conhecimentos específicos ligados à química. De modo prático, é toda substância que possui um único elétron na última camada do átomo – infelizmente é a única explicação existente. O radical livre é altamente reativo, ou seja, vai causar danos no tecido cutâneo, sanguíneo e em todos os outros tecidos do nosso corpo.

Quando tomamos muito sol, álcool e nos alimentamos mal, por exemplo, tudo isso colabora no surgimento dos radicais livres e cada uma dessas atitudes gera suas consequências danosas no organismo (oxidação). Em suma, um radical livre não é algo bom e, por esse motivo, deve ser combatido. Continue a leitura e você vai descobrir como você pode se cuidar e impedir que haja a produção de muitos radicais livres dentro de você.

Radicais livres: problemas causados por eles

Para nossa tristeza, essa não é uma substância do bem. Pelo contrário, os radicais livres fazem um mal danado e progressivo na gente. Entenda melhor o que acontece no corpo humano devido ao surgimento de radicais livres e as consequências danosas à nossa saúde.

Quando um radical livre danifica seja qual for a região corporal, isso é chamado de “estresse oxidativo”. Podemos comparar com algo enferrujando. Pela exposição aos raios solares, por exemplo, a pele sente os efeitos nocivos do sol e sofre com isso; é quando começam a surgir as rugas, manchas, ressecamento e outros problemas de pele.

Os principais males que os radicais livres causam são:

  • envelhecimento precoce
  • desenvolvimento de câncer
  • inflamações
  • diversos outros males

É claro que existem outros fatores relacionados a quando alguém fica doente, mas a maioria das doenças está ligada a essa questão de oxidação, que, na verdade, se trata da formação de muitos radicais livres espalhados pelo corpo. A boa notícia, porém, é que existem ações que podem ser tomadas para combatê-los. Veja só!

Como combater os radicais livres

Para evitar ou diminuir o processo de oxidação, existem algumas saídas, as quais envolvem desde uma alimentação rica em alimentos antioxidantes a cuidados diários como usar filtro solar, evitar sair à luz do dia entre às 10h e às 16h, pois é quando o sol está “mais quente” ainda, dentre outras atitudes como tomar água mineral alcalinizada.

A seguir, vou listar os principais alimentos que você pode inserir em seu cardápio diário a fim de deixar seu corpo mais saudável e realizar a diminuição dessas substâncias perigosas que são os radicais livres.

Alimentos antioxidantes: bons contra os radicais livres

Alimentos antioxidantes

Vou citar cada alimento que possui poder de antioxidação, isto é, que vão colaborar para que o nosso organismo não enferruje, evitando, consequentemente, o aparecimento de doenças causadas pelo excesso de radicais livres.

  • Licopeno e Beta-caroteno (corante natural dos frutos e vegetal).
  • Curry, açafrão e cúrcuma (contém curcumina).
  • Frutas avermelhadas, pois contam com Flavonoides.
  • Retinol (Vitamina A)
  • Ácido ascórbico (Vitamina C)
  • Tocoferóis (Vitamina E)

Você também pode tomar um polivitamínico antioxidante, mas lembre-se de perguntar ao seu médico qual é o melhor para você. Algumas pessoas não reagem bem ao tratamento com algumas vitaminas antioxidantes, mas a ocorrência de casos assim é pequena.

Um outro cuidado como citei acima é usar protetor solar, mas, nessa hora, é importante ver qual o melhor ao seu tipo de pele e ficar de olho no fator de proteção. Não se esqueça de usar, inclusive, nos dias em que o sol não estiver aparecendo, pois, mesmo assim, os raios solares estão sendo emitidos e sua pele está recebendo a radiação.

Prontinho! Espero que essa matéria sobre os radicais livres tenha sido esclarecedora, mas caso você ainda tenha dúvidas, é só deixar um comentário que terei a imensa satisfação de responder. Obrigado pela visita e até a próxima publicação!!

Posts Relacionados

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.