Óleo De Mamona: Para Que Serve, Propriedades e Como Usar

Óleo De Mamona: Para Que Serve, Propriedades e Como Usar
Óleo De Mamona: Para Que Serve, Propriedades e Como Usar
5 (100%) 4 votes

O óleo de mamona, também conhecido como óleo de rícino ou castor oil, em inglês, é um produto natural que propicia diversos benefícios em termos de saúde e beleza.

É extraído das sementes do fruto da mamona (Ricinus communis L), altamente tóxicas e capazes de levar à morte se ingeridas. Entretanto, o uso do óleo é totalmente seguro, já que ele não contém a proteína ricina, responsável pela toxicidade das sementes.

Nesse artigo você confere para que serve o óleo de rícino, suas propriedades e como usá-lo para  combater a prisão de ventre, cuidar da pele e dos cabelos.

Óleo de Mamona: para que serve

Um dos usos mais antigos e conhecidos do óleo de mamona é como laxante. Um estudo de 2012 desvendou o mecanismo através do qual o óleo age para estimular o esvaziamento intestinal. Inclusive, a mesma pesquisa confirmou a eficácia do óleo de rícino em provocar contrações uterinas, demonstrando que ele realmente pode induzir o trabalho de parto.

óleo de mamona

Óleo de mamona

Nos cabelos, o óleo é utilizado para hidratar, fortalecer e estimular o crescimento dos fios. Também é usado para aumentar a quantidade de pelos nas sobrancelhas e barba. Embora não existam dados científicos suficientes para comprovar sua eficácia, trata-se de um uso consagrado, com inúmeros relatos de obtenção de resultados.

Se utiliza o óleo de rícino na pele e nas unhas, para tratar micoses, combater as espinhas, hidratar e prevenir estrias. A eficácia desse tipo de uso igualmente não foi comprovada por pesquisas científicas.

O que explica o pouco interesse por parte da indústria farmacêutica e de cosméticos em financiar estudos sobre o óleo de mamona é o fato dele ser uma substância natural, cujo processo de extração já é bastante conhecido e que portanto não pode ser patenteada.

Em outro tópico mostraremos detalhadamente como usar o óleo para obter efeito laxante, assim como para tratamentos de pele e cabelos.

Propriedades do óleo de mamona (óleo de rícino)

O óleo de mamona possui propriedades antifúngicas, antibacterianas e anti-inflamatórias, além da  ação laxativa já citada. Também é um poderoso umectante para a pele e os cabelos.

Óleo de mamona: como usar

Veja as diferentes formas de usar o óleo de mamona para tratar a prisão de ventre e obter benefícios para a pele, cabelos e unhas.

Óleo de mamona: como usar

Óleo de mamona: como usar

Como laxante

De acordo com a Anvisa, uma colher de sopa (15 ml) é suficiente para promover a evacuação de uma a três horas após a ingestão do óleo.

Para uso em crianças e idosos, é importante contar com a orientação de um médico. Grávidas não devem tomar o óleo de rícino, já que existe risco de aborto ou parto prematuro.

Para hidratar a pele

Alguns especialistas não aconselham o uso do óleo de mamona puro sobre grandes regiões do corpo. E ao usá-lo pela primeira vez, é importante fazer um teste de sensibilidade: aplique uma quantidade muito pequena em uma pequena região, como o dorso da mão e deixe por duas horas. Se nesse intervalo não surgir vermelhidão ou coceira, não há risco de alergia.

Para fazer uma hidratação intensiva na pele, pode-se misturar um pouco do óleo (algumas gotas apenas) ao hidratante habitual antes de aplicar no corpo e rosto.

Uma opção altamente umectante é adicionar o óleo de rícino ao óleo de coco, na proporção de uma parte de óleo de mamona para três partes de óleo de coco. Espalhar por todo o corpo, massageando até que a pele absorva bem.

Óleo de mamona para tratar micoses na pele

As propriedades antifúngicas do óleo de mamona o tornam um remédio natural para micoses. Para esse efeito, deve-se aplicar o óleo puro sobre a área afetada. Não se expor ao sol com o óleo sobre a pele.

Para fazer crescer novos pelos nas sobrancelhas

Para engrossar os já existentes e estimar o crescimento de novos pelos, deve-se aplicar o óleo de mamona nas sobrancelhas com um cotonete antes de dormir. Lavar pela manhã e não se expor ao sol com o produto no rosto, pois isso pode causar queimaduras e manchas.

Para estimular o crescimento da barba

Os rapazes que desejam uma barba mais encorpada devem usar uma mistura de óleo de coco e óleo de rícino, em partes iguais, sobre a região antes de dormir. Lavar o rosto pela manhã, antes de se expor ao sol.

Nos cabelos

Para auxiliar no combate à caspa e fortalecer os fios, deve ser utilizada uma mistura de óleo de rícino e gel de babosa diretamente sobre o couro cabeludo. Também pode ser aplicada sobre os fios,  para deixá-los mais hidratados, macios e com brilho.

Aplicar no cabelo e couro cabeludo secos, sem lavar. Deixar agir por no mínimo uma hora e em seguida lave com shampoo, condicione e finalize normalmente.

Unhas

O uso do óleo nas unhas pode ter duas finalidades: tratar micoses e estimular o crescimento. Em ambos os casos, usar o óleo puro sobre as unhas, uma vez ao dia, até obter o efeito desejado.

O óleo de mamona é mais um produto natural ao qual podemos recorrer para ter mais saúde e bem-estar. Como vimos, o óleo de rícino pode ser usado com segurança interna e externamente: como laxante, para ter cabelos mais fortes e saudáveis, hidratar e proteger a pele, além de combater micoses.

Leia Também:

• portal educação Alcachofra Serve Para que? Benefícios e Como Usar.

• portal educação Óleo De Pequi: Como Usar Na Pele, Cabelos e Em Cápsulas.

Infelizmente, muitos de seus benefícios ainda não foram comprovados por estudos científicos, mas os relatos de quem o utilizou e obteve excelentes resultados já são um grande indício de sua eficácia. Portanto, experimente sem medo!

Posts Relacionados

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.