Minha Casa, Minha Vida – como solicitar?

ANÚNCIO

Pra ajudar aqueles que desejam comprar um imóvel novo, o Governo Federal tem o programa Minha Casa, Minha Vida, que pode quitar até 90% do valor da sua casa ou apartamento.

Para solicitar o financiamento é necessário atender a alguns pré requisitos. Um deles é a questão da renda familiar bruta que precisa ser algo em torno e R$ 7.000 reais. A partir desse ponto, o programa tem quatro maneiras diferentes de ajudar no financiamento e estas condições mudam conforme sua faixa de renda. 

ANÚNCIO
minha casa minha vida
Fonte: reprodução/internet
  • Pagar uma parte do imóvel para você
  • Diminuir o valor do seguro que é cobrado em um financiamento habitacional
  • Possibilitar a diminuição da taxas de juros, o que consequentemente diminui os valores das parcelas e do financiamento.
  • Uma parte da entrada do financiamento é paga (ajuda chamada de subsídio)

Publicado em edição extra do Diário Oficial da União de 31 de dezembro, uma das mudanças apresentadas pelo Governo federal é que agora, solteiros terão direito a um desconto maior na compra do imóvel. Antes, eles tinham direito a 70% do subsídio da faixa de renda à qual pertenciam, agora, esse percentual passou a ser de apenas 50%.

Outra mudança é para famílias que recebem R$ 1.600 mensais, o subsídio governamental ao valor do imóvel cai para R$ 29 mil. Essas duas situações se enquadram na faixa 1,5 do Minha Casa Minha Vida.

Faixas de rendas 

De acordo com sua renda mensal bruta você tem diferente parcelas e mensalidades. Confira abaixo as 4 faixas de rendas disponíveis e suas condições.

ANÚNCIO

Faixa 1 – Orçamento mensal de até R$ 1.800

  • Financiamento em até 120 meses (10 anos)
  • Mensalidade fixada entre R$ 80,00 e R$ 270,00
  • Financiamento de até 90% do imóvel
  • Para ser aceito, entretanto, são realizados sorteios

Faixa 1,5 –  Orçamento mensal de até R$ 2.600

  • Taxa de juros de 5% ao ano
  • Financiamento de até 360 meses (30 anos)
  • Subsídios de até R$ 47.500

Faixa 2 –  Orçamento mensal de até R$ 4.000

  • Taxa de juros varia entre 5,5% e 7% ao ano
  • Financiamento de até 360 meses (30 anos)
  • Além disso, possui subsídio de até R$ 29.000

Faixa 3 – Orçamento mensal de até R$ 7.000

  • Taxa de juros de 8,16% ao ano
  • Financiamento de até 360 meses (30 anos)
  • Entretanto, não oferece subsídio

Como me inscrever

Para aqueles com a renda familiar de até R$1.800 a inscrição pode ser feita na prefeitura de sua cidade. Mas nem sempre, existem vagas disponíveis, pois é necessário ter imóveis na região.

Assim que você puder fazer o cadastro no programa, entrará em uma fila de espera e precisará aguardar a data do sorteio e da assinatura do contrato. Caso as vagas ainda não estejam abertas, peça para ser informado quando isso acontecer.

Para aqueles com a renda familiar entre R$ 1.800 e R$ 7.000 não é possível fazer a inscrição no programa. Contudo, é possível usufruir de alguns benefícios do Minha Casa, Minha Vida. Basta ir a uma agência da Caixa Econômica Federal e pedir uma simulação de financiamento habitacional.

Entre as condições exigidas pelo governo, você terá que escolher um imóvel novo que custe o preço máximo permitido pelo programa para a sua região.

ANÚNCIO