Mercado Livre lança cartão de crédito

PROPAGANDA

O Mercado Livre em parceria com o banco Itaú Unibanco e a empresa de serviços financeiros Visa anunciaram uma parceria que rendeu um novo cartão de crédito físico para uso no Brasil. Essa novidade pode ser muito boa para aqueles que fazem compras frequentemente pelo site da da companhia de comércio eletrônico. 

mercado

Intitulado de cartão Mercado Livre, o recurso tem como destaque ser internacional, não cobrar taxa de anuidade e oferecer cashback. Para quem não sabe o que significa CashBack, trata-se do retorno de certa quantia ao cliente após compras pagas com a conta vinculada. A tarjeta ainda traz possibilita pagamentos por aproximação, chamados de NFC. 

PROPAGANDA

Conheça as vantagens do cartão Mercado Livre

Os clientes podem receber até 10% do valor das compras, contudo, só é válido nas 970 lojas oficiais da plataforma online Mercado Livre. A promoção criada para o lançamento é aplicável  a todas as compras a partir de R$ 100 e com limite de até R$ 50 de reembolso por cada transação.

É possível utilizar o cartão nas lojas que não sejam vinculadas ao Mercado Livre, no entanto, não haverá retorno financeiro. As compras realizadas no próprio Mercado Livre, é possível pagar em até 15 vezes sem juros e conquistar benefícios do programa Mercado Pontos.

Devido a bandeira Visa, o cartão ainda pode garantir a meia-entrada em estabelecimentos parceiros de teatro ou cinema.  Além do cartão em si, há um aplicativo com funções que incluem geração de cartões virtuais, bloqueio e desbloqueio temporários e consulta de gastos.

PROPAGANDA

Disponibilidade do cartão 

Até o momento, apenas alguns clientes pré-aprovados do Mercado Livre que já receberam um convite para participar dos testes. Essas pessoas já podem solicitar e receber o cartão. Os serviços ainda estão em fase inicial de implementação, por isso, não está completamente acessível a todos. 

Para os que estiverem interessado pode obter mais informações sobre o cartão e fazer um pré-cadastro no site oficial da plataforma. Novos pedidos serão analisados a partir de julho deste ano.

PROPAGANDA