Flora: O Que É, Principais Árvores E Plantas do Brasil

Você sabe o que significa flora? Diferente do que alguns pensam, essa definição não se aplica somente às flores.

O que é flora

Flora é o substantivo usado para definir o conjunto de espécies vegetais (plantas) existente em determinada área ou época. Algas e fungos também podem ser considerados.

O que é flora

Geralmente se refere às plantas nativas, mas pode incluir igualmente espécies que foram introduzidas pelo homem com o passar do tempo.

Também é o nome do tipo de livro que descreve as plantas características de determinado local, como “flora do Brasil”, por exemplo.

ANÚNCIO

O termo vem do nome da deusa das flores e plantas na mitologia romana.

Existem diferentes maneiras de classificar as espécies vegetais e uma das mais simples consiste em dividi-las com base nas regiões onde ocorrem.

Vejamos dois exemplos: plantas que crescem especificamente nas montanhas são muito diferentes daquelas que nascem no deserto. E as espécies que se adaptaram a viver embaixo d’água constituem um tipo específico de flora.

Fauna e Flora

Fauna é o conjunto de espécies animais de uma região específica ou determinado período geológico. Os dois conceitos estão diretamente relacionados, já que a vida animal depende em grande parte da vida vegetal e vice-versa.

  • Flora do Brasil

O Brasil detém o maior patrimônio de biodiversidade do mundo, incluindo mais de 46 mil espécies vegetais e fungos, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente. Esse total é dividido entre:

Algumas árvores nativas do Brasil correm risco de extinção, como as cinco espécies descritas abaixo:

  • Araucária. Também chamada de pinheiro do Paraná, pode atingir até 50 metros de altura.
  • Imbuia. Espécie tradicional do estado do Pará, cujo crescimento lento contribuiu para que se tornasse rara.
  • Jequitibá. Famosa por seus troncos de grandes dimensões, é muito utilizada em carpintaria e marcenaria.
  • Mogno. Espécie cuja madeira é considerada nobre, muito utilizada na fabricação de móveis e itens de decoração.
  • Palmito Juçara. Espécie nativa da Mata Atlântica que atualmente é protegida por leis ambientais. Produz o famoso palmito Juçara, item de alto valor comercial cuja extração provoca a morte da planta.

A flora do Brasil pode ser classificada a partir das características vegetais predominantes em seus principais biomas.

Flora do Brasil

Flora da Mata Atlântica

Entre as características da Mata Atlântica estão as árvores de grande porte, que geram umidade e sombra constantes, formando um microclima de mata.

Estima-se que esse bioma concentre 9.000 espécies fanerógamas, grupo que reúne as plantas que produzem sementes, como gimnospermas e angiospermas.

O endemismo é forte na Mata Atlântica, com diversas espécies que só ocorrem nesse ambiente.

As árvores frutíferas são um destaque de sua vegetação, como a goiabeira, o araçá, a pitangueira, a jabuticabeira e o cajueiro.

A erva-mate também é uma espécie nativa da Mata Atlântica.

Flora da Amazônia

Considerada a maior floresta tropical do mundo, a Amazônia concentra inúmeras espécies vegetais, destacando-se as árvores de grande porte.

Sua vegetação é dividida entre mata de várzea (sofre inundações periódicas), mata de igapó (sofre inundação permanente) e mata de terra firme (não sofre alagações).

Andiroba, jatobá, seringueira e sumaúma são espécies típicas da várzea.

Bromélias, orquídea cattleya, buritis e vitórias-régias são encontradas na mata de igapó e desenvolveram estratégias adaptativas para sobreviver no solo encharcado.

Já a castanheira e outras árvores de grande porte ocorrem na mata de terra firme.

Flora da Caatinga

As plantas encontradas na caatinga são chamadas de xerófitas, caracterizadas por uma estrutura resistente, resultante da adaptação às condições áridas.

Como a caatinga é o único bioma exclusivamente brasileiro, muitas das plantas nela encontradas não ocorrem em nenhum outro local no mundo.

No período de seca sua vegetação adquire uma coloração esbranquiçada, já que a maioria das plantas perde suas folhas e seus troncos tornam-se quebradiços e esbranquiçados.

Até o momento foram registradas aproximadamente 1.000 espécies vegetais nesse bioma e estima-se que o total chegue a 2.000 ou 3.000.

Caroá, xique-xique, juazeiro, aroeira, umbuzeiro, carnaúba, jurema, faveleiro e mandacaru são algumas das plantas típicas da caatinga.

Flora da Caatinga

Flora do Cerrado

Já foram identificadas mais de 10.000 espécies vegetais no cerrado, dentre as quais cerca de 4.400 são endêmicas.

Encontramos nesse bioma uma ampla variedade de cactos, orquídeas e bromélias. As palmeiras igualmente se destacam, como o babaçu, buriti, guariroba e macaúba.

Outras plantas típicas do cerrado são o pequi, a mama-cadela, o ingá e a canela de ema.

Flora do Pantanal

No pantanal encontramos plantas oriundas de outros biomas, como Cerrado, Mata Atlântica e Amazônia, que se adaptaram às suas características ambientais específicas.

A vegetação divide-se em três paisagens principais: baías (lagoas temporárias ou permanentes), onde predominam as plantas aquáticas; cordilheiras (pequenas faixas de terra não alagadas), onde se destaca a vegetação conhecida como cerradão ou mata; e cambarazal, mata inundável de cambará, árvore da Amazônia.

Flora bacteriana

Essa expressão não se relaciona a plantas. Corresponde a um conjunto de bactérias que habita naturalmente determinada parte do corpo, desempenhando funções. Como exemplo temos a flora intestinal, também conhecida como microbiota.

ANÚNCIO