Endometriose – Entenda como ela acontece

ANÚNCIO

A endometriose é uma doença caracterizada pela presença do endométrio. O endométrio é um tecido que reveste o interior do útero. O que ocorre é que ele pode ficar fora da cavidade uterina, ou seja, em outros órgãos da pelve: trompas, ovários, intestinos e bexiga.

O que ocorre é que uma vez por mês, o endométrio fica mais espesso, para que um óvulo fecundado possa se implantar nele.Na ocasião em que o óvulo não é fecundado, ou seja, quando não ocorre a gravidez, no final do ciclo, ele descama e é expulso pela menstruação

ANÚNCIO

Não se sabe ao certo o que provoca a doença. Uma possibilidade para explicar o aparecimento de endometriose é que um pouco desse sangue migra no sentido oposto e cai nos ovários ou na cavidade abdominal, causando a lesão endometriótica.

Endometriose
Fonte: reprodução/internet

Como as causas ainda são desconhecidas, outra hipótese é que entre os fatores de risco, está o histórico familiar, no caso da mãe ou irmã que já tiveram a doença. Acompanhe nosso artigo e confira mais informações a respeito da endometriose. 

Quais são os sintomas da Endometriose? 

Essa doença, afeta, atualmente, cerca de seis milhões de brasileiras. De acordo com a Associação Brasileira de Endometriose, entre 10% a 15% de mulheres em idade reprodutiva (13 a 45 anos) podem desenvolvê-la e há 30% de chance de que fiquem estéreis. Vale ressaltar que a doença acomete mulheres a partir da primeira menstruação e pode se estender até a última.

ANÚNCIO

Geralmente, o diagnóstico acontece quando a paciente tem em torno dos 30 anos. Entre os principais sintomas da endometriose, além do principal problema que pode ser gerado por ela, como, por exemplo, a infertilidade, são: 

  • Dor pré-menstrual
  • Dor durante as relações sexuais
  • Dor difusa ou crônica na região pélvica
  • Fadiga crônica e exaustão
  • Sangramento menstrual intenso ou irregular
  • Alterações intestinais ou urinárias durante a menstruação
  • Dificuldade para engravidar e infertilidade

A dor da endometriose, pode ser parecida com uma cólica menstrual mais intensa, ou dor pélvica/abdominal no ato da sexual, ou dor “no intestino” no período menstrual, ou, ainda, uma mistura de todos esses sintomas.

Diagnóstico da Endometriose

Se está com suspeita de endometriose, o diagnóstico pode ser feito por meio de alguns exames que serão solicitados pelo médico. Poderão ser pedidos: ultrassom (ultrassonografia) endovaginal especializado, exame ginecológico, dosagem de marcadores e alguns exames de laboratoriais. 

Fique atenta ao exame de toque pois ele é fundamental para o diagnóstico da endometriose profunda. Se você apresentar sinais mais graves, o médico ginecologista poderá solicitar uma ressonância nuclear magnética e a ecocoloposcpia.

Quais são os tipos de tratamento para a endometriose?

Existem alguns tipos de endometriose e o tratamento depende muito de cada caso, além do tipo de progressão da doença. No entanto, de uma maneira geral são apresentadas três alternativas de tratamento independente do caso. Essas opções serão elencadas a seguir.

  • Medicamentos específicos que podem controlar a dor. Em alguns casos é recomendado o uso de anticoncepcional para a regulação do ciclo menstrual. Isso auxilia para que a doença não avance. 
  • Em casos mais graves, é indicado a cirurgia para reparar os órgão afetados.
ANÚNCIO