Constipação Intestinal: Quais as Causas e Formas de Tratamento

Constipação Intestinal: Quais as Causas e Formas de Tratamento

Conhecida popularmente como prisão de ventre ou intestino preso, a constipação intestinal pode se tornar um sério incômodo para muitas pessoas e o momento de ir ao banheiro pode ser uma verdadeira tortura. Veja quais são as principais causas desse problema e descubra como ele pode ser tratado com algumas mudanças de hábito.

O que é constipação intestinal?

Sua principal característica é a dificuldade que a pessoa tem de evacuar. A evacuação, inclusive, pode ser incompleta ou as fezes podem ficar endurecidas e assim, dificultar a saída.

Tudo o que comemos passa a ser metabolizado pelo nosso organismo e muitas substâncias são absorvidas por ele como água e nutrientes (carboidratos, proteínas, vitaminas e outros). A parte que não é utilizada, acumula-se e forma o bolo fecal. Esse, por sua vez, é “empurrado” para o intestino por meio de contrações musculares conhecidas como movimentos peristálticos.

O que é constipação intestinal

Esse é um problema comum e 20% das pessoas do planeta sofrem com ele. Há alguns grupos que são mais vulneráveis como as mulheres e os idosos.

Quais os tipos de constipação intestinal?

Ao contrário do que se possa pensar, há 2 tipos de constipação intestinal. Vamos agora falar sobre cada um deles.

Constipação funcional

Uma das causas mais comuns, a constipação funcional é causada, principalmente por maus hábitos alimentares, sedentarismo, problemas emocionais, colite espástica (inflamação do intestino grosso) e outros. Assim, a melhor forma de tratar esse tipo de uma mudança nos hábitos do cotidiano.

Constipação Orgânica

Também chamada de constipação brutal, está relacionada à anatomia do intestino e também do ânus ou então a doenças associadas como tumores, aderências, processos inflamatórios e outros problemas do tipo. Assim, a causa aqui é mais anatômica e tem a ver com as condições atuais do corpo e do sistema digestivo.

Quais as principais causas da constipação?

Como foi dito acima, a principal causa da constipação intestinal são os maus hábitos alimentares. Por exemplo, beber pouca água durante o dia, comer alimentos pobre em fibras ou ricos em amido e proteínas pode ser a causa ou uma das causas da constipação. Além disso, fatores psicológicos como ansiedade e estresse podem estar associados, além do uso de certos medicamentos e a falta de atividades físicas.

Há também outras patologias que podem ser a causa do problema: hipotireoidismo, diabetes, colite, parasitas típicas do intestino, diverticulite (bolsas que se formam na parede do cólon), uso excessivo de laxantes — provocando um efeito rebote — e a síndrome do intestino irritável.

Quais os sinais e sintomas?

Um dos sinais que o indivíduo pode apresentar de que está com constipação intestinal é se ele não evacua, pelo menos, 3 vezes durante uma semana. Outros sinais são o esforço excessivo que a pessoa precisa fazer para evacuar o que pode causar outros problemas como rompimento de vasos, indisposição, dor na parte inferior do abdome, especialmente pela formação de gases e distúrbios digestivos de uma forma geral.

Como é feito o diagnóstico?

Para saber se você tem ou não constipação intestinal, o melhor a fazer é ir a um especialista que, nesse caso é o gastroenterologista. Na grande maioria das vezes, as causas são os hábitos de vida inadequados. Mas, o médico pode precisar de outros exames para se certificar do diagnóstico, um deles é a colonoscopia.

É um exame de imagem pelo qual o profissional consegue ver o intestino grosso do paciente e detectar alguns problemas como colite, sinais de Síndrome do Intestino Irritável e outros.

Quais as formas de tratamento?

Caso o tipo da constipação seja orgânico, o médico iniciará um tratamento para o problema com o uso de medicamentos e demais medidas. A reeducação alimentar e não ingerir algumas substâncias é recomendado para os dois casos. Veja o que você pode fazer para melhorar os sinais e sintomas e tratar a constipação intestinal.

constipação sintomas

1. Beba mais água

É muito comum nos esquecermos de beber água, especialmente quem mora em locais frios, mas há estratégias que podem ser usadas para evitar esse comportamento. Você pode colocar alarmes no celular ou sempre deixar um copo ou uma garrafa de água na sua mesa de trabalho. Assim, será mais fácil lembrar de se manter hidratado.

2. Coma alimentos ricos em fibras

As fibras são de grande ajuda para o bom funcionamento do nosso intestino. Elas ajudam o bolo fecal a passar com maior facilidade pelo intestino, evitando que as fezes permaneçam por muito tempo no organismo. Mas lembre-se: ingerir uma grande quantidade de água é essencial para conseguir os benefícios das fibras, ou elas podem causar o efeito inverso.

3. Faça exercícios

Outra dica é deixar o sedentarismo de lado e começar a praticar exercícios. Atualmente, há uma grande quantidade de aplicativos e sites que ensinam você a praticar atividade física sem sair de casa, apenas usando o peso do corpo. Por isso, a falta de tempo não é mais uma desculpa. Os movimentos peristálticos melhoram quando o corpo se movimenta mais.

Conhece alguém que também sofra com a constipação intestinal? Então compartilhe esse post nas redes sociais e ajude-a!

Posts Relacionados

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.