Mal-Estar

Artrite Reumatoide, Características, Sinais e Sintomas

Artrite Reumatoide, Características, Sinais e Sintomas
Artrite Reumatoide, Características, Sinais e Sintomas
Gostou! Classifique

A artrite reumatoide é uma doença bastante comum, especialmente entre os idosos, mas que também pode surgir em pessoas jovens. Ela é uma patologia autoimune e de natureza crônica, ou seja, ela não tem cura, mas pode ser controlada e os seus sinais e sintomas amenizados.

Além de deixar as articulações com muita dor e uma certa deformidade, também pode atacar outras partes do corpo.

Vamos agora conhecer um pouco mais sobre essa condição clínica e, a partir disso, descobrir melhores formas de como conviver com ela!

Quais as principais características da artrite reumatoide?

diagnosticado com artrite reumatoide

A doença possui períodos agudos, também chamados de crise, nos quais os sinais e os sintomas são bastante intensos, alternados com períodos de remissões. Ainda não se sabe o que desencadeia os períodos de crise — caracterizada pela inflamação constante das articulações — que pode ocorrer também em outros órgãos como pulmão e coração.

A artrite reumatoide pode não se manifestar por muito tempo e o portador da doença pode ficar por anos sem sentir nenhum dos sintomas.

Muitas pessoas confundem a artrite com a artrose por causa dos sinais e sintomas que são muito parecidos. Mas, as causas são diferentes. A artrose é um desgaste natural das articulações com o avançar da idade, já a artrite reumatoide é um processo inflamatório que atinge jovens, sendo a idade mais comum para o início a partir dos 40 anos.

É uma patologia sistêmica, ou seja, é capaz de atingir qualquer órgão do corpo e, até mesmo os olhos. Além disso, as inflamações podem provocar lesões ósseas irreversíveis. É por isso que o tratamento e controle é tão importante.

Quais os fatores de risco?

Não há uma causa propriamente dita. Na verdade, estamos falando de uma doença na qual as células de defesa, que deviam nos proteger de patógenos externos, passam a atacar as próprias células do corpo. No caso em questão, o sistema imune ataca o líquido sinovial, uma substância que tem como principal função facilitar o movimento pela lubrificação das articulação das articulações.

Normalmente, em um processo inflamatório, o próprio corpo consegue reparar os danos. Porém, na artrite reumatoide, as células de defesa atacam o tecido constantemente e assim, a região fica sempre reiniciando um processo inflamatório.

Ainda não se sabe exatamente qual o mecanismo que dispara esse tipo de reação do sistema imunológico no nosso organismo. Essa causa pode estar relacionada a fatores genéticos, agentes infecciosos e ainda há outras variáveis como sexo, idade, sistema hormonal, histórico familiar, exposição a certas substâncias, obesidade e também hábitos de vida.

Quais os sinais e sintomas?

Os primeiros sinais que podem aparecer em um portador de artrite reumatoide são as dores articulares nas mãos e nos pés, isso é, nas extremidades do corpo. Tarefas simples podem tornar-se difíceis como girar uma maçaneta, abrir uma gaveta e, principalmente, realizar movimentos de pinçamento como separar grãos.

portador de artrite reumatoide

Vejamos quais são os sinais e sintomas mais aparentes em um primeiro momento:

  • fadiga constante;
  • perda de apetite;
  • articulações que ficam doloridas e inchadas sem motivo aparente;
  • rigidez articular e muscular, dando a sensação de que o corpo está “travado”.

Um padrão bastante comum aqui é a simetria, ou seja, as complicações se manifestam ao mesmo tempo nos dois lados do corpo. É uma forma, por exemplo, de separar a artrite da artrose.

Em casos mais raros como o de artrite em crianças, há outros sinais que podem se manifestar sendo a febre com mais de 39º um deles. Os sintomas podem durar mais de duas semanas, podendo ou não vir acompanhados de dor.

Como é feito o diagnóstico?

Para saber se você está ou não com artrite reumatoide, o mais indicado é que vá ao reumatologista, pois ele é o especialista da área. Não há um exame ou teste específico. O que deve ser feito é uma associação de sinais e sintomas com a anamnese e um exame clínico. Exames de imagem também são muito úteis nesses casos.

Para ser diagnosticado com artrite reumatoide, o indivíduo precisa apresentar pelo menos 4 dos seguintes critérios:

  • artrite em 3 ou mais áreas do corpo;
  • nódulos reumatoide;
  • rigidez matinal;
  • fator reumatoide sérico;
  • alterações radiológicas;
  • artrite simétrica;
  • artrite presente nas mãos ou nos punhos.

Outro exame utilizado é a artrocentese, que é a coleta do líquido sinovial para exame laboratorial. É uma forma de diferenciar a artrite de outras patologias que tenham os sinais e sintomas parecidos.

Como controlá-la?

Como já foi dito aqui, a artrite reumatoide não tem cura, sendo necessária a aplicação de alguns tratamentos como medicações orais e injetáveis e também fisioterapia, sendo mais indicada a hidroterapia.

Caso os medicamentos não consigam melhorar a qualidade de vida do paciente, pode ser preciso a realização de um procedimento cirúrgico como reparação de tendão, artrodese e outros.

Veja também algumas dicas de como conviver de uma forma melhor com a artrite reumatoide!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.